terça-feira, 24 de janeiro de 2012

OS RIOS DE SÃO PAULO, EM FOTOS...




AS NASCENTES DO RIO TIETÊ
Parque Nascentes do Rio Tietê - Salesópolis (SP)





RIO PINHEIROS E JOCKEY CLUB DE SP

========================================================================
RIO PINHEIROS -ALTO DE PINHEIROS - SP


=========================================================================


ENCONTRO DOS RIOS TIETÊ E PINHEIROS - CEBOLÃO - SP
                     
           Sob o "cebolão" encontro das águas dos rios Tietê e Pinheiros"


=========================================================================


RIACHO DO IPIRANGA OU CÓRREGO DO IPIRANGA


========================================================================


PARQUE DA INDEPENDÊNCIA - RIACHO DO IPIRANGA - SP


=========================================================================


RIO ARICANDUVA - ZONA LESTE - SP


=========================================================================


RIO CABUÇU DE CIMA - DIVISA GUARULHOS-SP


=========================================================================


ENCONTRO DO RIO CABUÇU DE CIMA E RIO TIETÊ


=========================================================================


CÓRREGO NO PARQUE ESTADUAL DA CANTAREIRA - ZONA NORTE


=========================================================================


CÓRREGO TRÊS PONTES - JARDIM ROMANO (ZONA LESTE)


=========================================================================


RIO BAQUIRIVU DE CIMA - GUARULHOS-SP (Grande poluidor do Tietê)
Ernesto Rodrigues/AE

Córrego Baquirivu, em Guarulhos, despeja 60 toneladas de esgoto por dia no Rio Tietê. Na foto, encontro do Rio Baquirivu de Cima com o Tietê, perto da Rodovia dos Trabalhadores






=========================================================================

Vale do Anhangabaú, terça-feira, 12 de maio de 2020, 16h42


    Uma São Paulo com um anel hidroviário de 600 km de extensão, conectando os rios Tietê, Pinheiros e Tamanduateí e as represas Billings, Guarapiranga e Taiaçupeba. Uma metrópole com uma bacia fluvial repleta de barcos transportando cargas diversas até ecoportos com usinas de reciclagem de lixo. 


Alexandre Delijaicov propõe um futuro inspirado no passado. Seria uma metrópole fluvial - Revista Trip 193 - Especial SP e o rio 
========================================================================

RIO TAMANDUATEÍ - SP
Rio Tamanduateí - São Paulo - SP - Foto: Zig Koch


========================================================================
Quantos rios você pode ver em São Paulo?
Quantos você pode ouvir?
Será que existem nascentes visíveis na cidade?
Se os rios ainda existem, por que foram enterrados?



               UM SONHO PARA O FUTURO:  RIO SACURA, RENATURALIZADO
                                        Hoje, 2012...apenas uma galeria sob a Avenida no Bexiga


Ilustração de Fujocka sobre fotos de Gabriel Rinaldi, para a matéria "São Paulo e o Rio", Revista TRIP 193. O Rio Saracura, hoje está canalizado, sob as avenidas.
=========================================================================

RIOS DE SP FOI UMA SÉRIE MUITO BOA DA GLOBO NO SPTV




========================================================================

RIO PINHEIROS, EM S. PAULO (1930)




=========================================================================
O RIO TIETÊ EM 1 905, NA CIDADE DE SÃO PAULO
 
Vista do rio Tietê em 1905, antes de ser retificado e poluído


========================================================================

       UM RIO LIMPO E COM CACHOEIRA, NA CIDADE DE SÃO PAULO...VC ACREDITA?
Engenheiro Marsillac, extremo sul da cidade. É lá, a 60 quilômetros da Praça da Sé, que encontramos o último rio totalmente limpo da capital, o Capivari, com suas corredeiras, cachoeiras e água cristalina.


=========================================================================


RIO CAPIVARI - APA CAPIVARI MONOS - ENG. MARSILLAC - SP
Um dos poucos rios sem poluição na capital paulista
=========================================================================

SEMINÁRIO:  OS RIOS DE SP - ABRIL 2009


========================================================================

                Rio Pinheiros e Ponte Estaiada

===========================================================

Do Blog de Tatiana e Alexandre Panosso

Rios (?) de São Paulo - capital


Postado por Alexandre Panosso Netto

"Vem chegando o verão. Um calor no coração."
A letra acima, da bonita música de Marina Lima e Antônio Cícero, traduz a mais pura verdade para alguns moradores de cidades brasileiras que quando assoladas por fortes chuvas ficam, literalmente, de baixo d´água ou ilhadas. E pensar nas chuvas de verão, sob esta perspectiva, dá mesmo um calor no coração... ou seria frio?
 
Mas também, somos nós TODOS que causamos esse problema com a falta de educação ambiental, péssimo uso do solo urbano, grandes urbanizações por cima dos rios e áreas alagadiças, e tudo mais...
 
Nesses dias me deu uma curiosidade e me pus a fotografar os rios (?) por caminhos que freqüento na cidade de São Paulo. Coloco entre parênteses o ponto de interrogação pois não sei se fotografei rios, ou grandes canais de esgoto a céu aberto.
O resultado segue abaixo.

Bairro Morumbi, pertinho da avenida Francisco Morato. O verde é bonito, mas a cor da água...

Indo para a EACH-USP, na av. Entre Rios e bem perto da Av. São Miguel. Em grandes chuvas, a água alcança a altura da pequena ponte. E veja só que margem "limpinha".

O mesmo rio (?) da foto acima, sem profundidade, sem peixes, sem vida, mas com lixo.

Esta pequena nascente está próxima do Parque Ecológico Tietê. Bem em frente do novo centro de treinamento do Corinthians, e vai crescendo...  

... até virar esse filete de esgo... água acima e...


... desemboca nesse poço...
...formando um filete maior de água...

 ...que forma o córrego abaixo. Aliás, esse é o córrego que passa dentro do campus da EACH-USP. Fiz essa foto logo na entrada, no portão principal. Parece bonito, com bastante verde, mas confesso: é poluído e cheira mal. Logo ali na frente, em menos de 1km, está o Tietê.

Acima um grande canal. Esse desemboca no córrego Aricanduva, que por sua vez vai direto para o Tietê. 

Essa região do canal acima sofria com alagamentos (perto da estação Penha do Metrô), mas depois que inventaram o piscinão Rincão, com o bonito nome de Parque Linear, os alagamentos cessaram. Isso já há mais de 20 anos.

Parque Linear Rincão - Vulgo Piscinão Rincão.

Os piscinões funcionam, resumidamente, assim: são construídos próximos aos rios em áreas de alagamentos. São interligados aos rios, que quando sobem muito, despejam o excesso de água, por um ladrão, dentro dos grandes reservatórios. A água fica ali represada evitando alagamentos mais abaixo. Quando o nível do rio baixa, a água retorna ao rio com a abertura de comportas ou é levada por bombas. Simples assim.

Aqui a Marginal Pinheiros, com seu rio. A imagem dos grandes edifícios refletida nas águas negras oculta a triste realidade do falecido rio.

E, para terminar, o Tietê. A foto fiz ali mesmo na marginal. Encostei, abri o vidro, e click!

Ps.: desculpe-me. Não encontrei nenhum rio com águas limpas para fotografar aqui na capital. Deve haver. Se alguém quiser me indicar um, agradeço. Se enviar fotos, posso postar também. http://panosso.blogspot.com/2010/11/rios-de-sao-paulo-capital.html

=========================================================================

Números e curiosidades

TietêTem 1.136 km de extensão, 125 km dentro da Grande São Paulo.

Contrariando o curso da maioria dos rios, nasce próximo ao oceano, a 22 km da Serra do Mar, e corre em direção ao interior do Estado até encontrar o Rio Paraná, da divisa com o Mato Grosso do Sul.

Passa por 39 cidades; destas, 34 contribuem para a sua poluição.

Todos os dias, mais de um bilhão de litros de esgoto sem tratamento são despejados em seu leito.
PinheirosTem 26 km de extensão.

Nasce na represa Billings e deságua no rio Tietê, no ponto conhecido como Cebolão.

Apenas 20% do que corre no leito é água; o resto é esgoto.

30% da sujeira que vai parar no rio vem do lixo que as pessoas jogam nas ruas.
TamanduateíNasce em Mauá, passa pelas cidades de Santo André e São Caetano do Sul, atravessa o centro de São Paulo e deságua no Bom Retiro, em frente ao Palácio das Convenções do Anhembi.

Tem ao todo 35 km de extensão.

Apenas a cidade de São Caetano trata integralmente o esgoto que despeja no leito.

Mauá é a que apresenta o menor índice: apenas 4% de esgoto tratado.

Possui 43 afluentes que deram origem a bairros como Ipiranga, Mooca e Pedra Branca.

Atualmente a maioria desses córregos encontra-se total ou parcialmente canalizada e transformada em coletores de esgoto.
AnhangabaúNasce entre a Vila Mariana e o Paraíso, passa sob o Boulevard Anahangabaú, no metrô São Bento, e deságua próximo ao Mercado Municipal, no centro.

Em seu curso original, passava sob a rua 25 de Março, mas foi retificado.

Possui quatro afluentes, que passam por locais como as avenidas Paulista, 9 de Julho e 23 de Maio, em bairros como a Liberdade e a Bela Vista.

Todos esses córregos foram canalizados e transformados em galerias.

Sugiro também, assistir a este vídeo do projeto “Rios e Ruas” quem tiver interessado nessa nascente e na “redescoberta” dos rios paulistanos:




Se vc conhece outros rios, córregos e riachos de SP, fotografe e nos envie para completar nossa postagem. Obrigado!

CRÉDITOS DAS FOTOS:

(Fotos da Internet - não foi possível identificar todos os autores, para os devidos créditos e links. Se foi usada alguma foto de sua propriedade, informepara que possamos dar os devidos créditos ou retirá-la, se assim desejar)


UM CONVITE ESPECIAL:

Expedição pelo Rio Verde - Mostra SP 
Em 25 jan 2012


    • Hoje
    • Hora
      09:30 até 12:00
  • Onde
    Metrô Vila Madalena
  • Descrição
    Inaugurando a Mostra SP de Fotografia, no dia do aniversário de São Paulo (25 de janeiro), nós da Galeria Experiência estaremos juntos com os amigos do projeto Rios e Ruas em uma expedição pelo principal rio da Vila Madalena, o rio Verde.

    Convidamos a todos a percorrerem o rio que desagua no Pinheiros e que corre pulsante sob os asfaltos, como tantos outros da cidade que também foram enterrados vivos, vítimas de uma urbanização capenga e desenfreada. Durante o trajeto, iremos colar lambe-lambes em 4 pontos por onde o rio passa desapercebido.

    Um agradecimento especial a Yasmin Machado a artista que foi nossa modelo.

    Não é necessária inscrição, é só aparecer no ponto de encontro às 9h30.

    Dia 25/01

    Saída: 9h30

    Local: Estação Vila Madalena do Metrô – saída do Terminal de Ônibus

    Duração: 2h30

    Gratuito

    Os lambe-lambes vão ficar nos seguintes pontos:

    Estaçao Vila Madalena do Metrô (banca de jornal na Heitor Penteado)

    Rua Medeiros de Albuquerque, nº 442

    Rua Harmonia, nº 46 (no fim do beco do Batman)

    Rua Girassol, nº 10



PROGRAMA CÓRREGO LIMPO - SABESP - GOV. SÃO PAULO - PREF. DE SP

Com o objetivo de reverter a degradação dos córregos, o Governo de São Paulo e a Prefeitura do Município de São Paulo lançaram o Programa Córrego Limpo, que faz parte de um projeto maior intitulado "Operação Natureza".

O programa Córrego Limpo beneficiou 1,6 milhão de pessoas no Município de São Paulo. No final de 2010 foram concluídos os trabalhos em 96 dos 100 córregos previstos. Mais de mil litros de esgoto por segundo foram encaminhados para tratamento, com melhorias significativas para os rios Tietê e Pinheiros. Até agora foram investidos R$ 135,6 milhões, sendo R$ 84,9 milhões da Sabesp e 50,7 milhões da PMSP.



VEJA MAIS FOTOS DOS CÓRREGOS DE SÃO PAULO




O NOSSO COLABORADOR, ENG. LUCIANO MENDES AGUIAR, DO SITE CULTURA NA ALDEIA E DA EMPRESA + CULTURA, NOS ENVIA O VÍDEO:  "ENTRE RIOS"


Entre Rios conta de modo rápido a história de São Paulo e como essa está totalmente ligada com seus rios. Muitas vezes no dia-a-dia frenético de quem vive São Paulo eles passam desapercebidos e só se mostram quando chove e a cidade pára. Mas não sinta vergonha se você não sabe onde encontram esses rios! Não é sua culpa! Alguns foram escondidos de nossa vista e outros vemos só de passagem, mas quando o transito pára nas marginais podemos apreciar seu fedor. É triste mas a cidade está viva e ainda pode mudar!

O vídeo foi realizado em 2009 como trabalho de conclusão de Caio Silva Ferraz, Luana de Abreu e Joana Scarpelini no curso em Bacharelado em Audiovisual no SENAC-SP, mas contou com a colaboração de várias pessoas que temos muito a agradecer.

Direção:
Caio Silva Ferraz

Produção:
Joana Scarpelini

Edição:
Luana de Abreu



ENTRE RIOS from Caio Ferraz on Vimeo.




CLICAR PARA RETORNAR AO BLOG SOSRIOSBR

2 comentários:

  1. Olá prof. Jarmuth.
    Legal o seu blog. Obrigado por compartilhar nossa postagem!
    Abraços.
    Alexandre Panosso

    ResponderExcluir
  2. gostei muito do seu site blog, principalmente das fotos de rios e afluentes do rio tiete,super interessantes, gostaria de saber da possibilidade de copiar algumas fotos do rio tiete, e publicar em meu blog com menção ao seu blog

    ResponderExcluir